» Forrageiras Perenes - Verão

Pensacola

Informações Agronômicas

Nome científico: Paspalum notatum
Ciclo vegetativo: Perene
Altura: 0,50 m
Indicação: pastejo direto, fenação, gramados e contenção.
Digestibilidade e Palatabilidade: excelente.
Tolerância à seca: baixa
Tolerância ao frio: alta.
Teor de proteína: 7 a 12%.
Tolerância a solos mal drenados: média.
Tolerância à cigarrinha: alta
Produção de Forragem: 5 a 8 t/MS/ha/ano.

A Pensacola é considerada a gramínea perene mais adaptada às condições de clima e solo da região sul do Brasil. Apresenta hábito de crescimento prostrado com estolões caracterizando-a pela elevada resistência ao pisoteio, a queimadas, a secas e a geadas.

Planta rústica, estabelece-se com facilidade por meio de sementes. A semente possui uma cutícula impermeável, por isso, é de germinação mais demorada do que a maioria das outras forrageiras, porém, oferece ótimo poder germinativo. O desenvolvimento de plantas também é lento, mas, aos poucos, vai tomando conta do solo, formando, ao fim do primeiro ano, uma pastagem muito densa. Por essa razão, no ano do plantio, o aproveitamento da forragem é limitado. Passado o estabelecimento, a pastagem permite utilização durante 270 a 280 dias/ano.

A fase de maior crescimento da Pensacola ocorre durante a primavera e o verão, enquanto durante o outono e o inverno apresenta pouca produção de forragem.

Pode ser semeada de abril a junho, associada a espécies de estação fria (trigo, aveia preta, ervilhaca), diminuindo custos e tempo de estabelecimento, cobrindo toda área no fim do verão. Também pode ser estabelecida de setembro a outubro. Além disso, a Pensacola pode ser estabelecida por plantio direto. Pode ser usados de 25 a 30 kg/ha de sementes, para semeadura em cultivo solteiro, e de 15 a 20 kg/ha, quando consorciado.

O pastejo deve ser iniciado quando as plantas estiverem com altura de 20 a 30 cm, observando a altura de resteva de 7 a 10 cm de altura.

Outros produtos de Forrageiras Perenes - Verão:
Brachiaria MG-5 – Xaraes
A cultivar Xaraes/ MG-5 destaca-se por ser tolerante a solos mal drenados. Caracteriza-se por produzir anualmente cerca de 25 t/ha de massa.
Brachiária Brizantha
A espécie Brachiaria brizantha caracteriza-se por ser uma planta vigorosa, perene, hábito de crescimento cespitoso e muito robusto.
Brachiária Decumbens
Gramínea perene tropical de hábito de crescimento decumbente. Adaptada à solos de média/baixa fertilidade.
Brachiária Humidícola
Gramínea perene tropical de hábito de crescimento estolonífero. Adaptada à solos de média/baixa fertilidade.
Capim Aruana
O capim Aruana é uma gramínea que apresenta grande quantidade de colmos finos e tenros, sendo bem aceitos pelos animais.
Capim Mombaça
A cultivar Mombaça destaca-se pela alta produtividade, podendo atingir até 50 ton MS/ha/ano quando utilizado altos níveis de adubação.
Capim Pojuca
Gramínea perene tropical do gênero paspalum sp da cultivar pojuca, adaptado a solo de baixa fertilidade.
Capim Tanzânia
A cultivar Tanzânia caracteriza-se pela alta produtividade e qualidade, de fácil manejo para a espécie.
Rua Porto Alegre, 120
Bairro Itai
CEP.: 92990-000
Eldorado do Sul
RS - Brasil
U.B.S.:
Vila Industrial, S/N
Bairro Industrial
Júlio de Castilhos/RS
CEP. 98.130-000
Fone: 55 (51) 3481-4681
Fax: 55 (51) 3481-3857
Celular: 55 (51) 9807-2698
palmeirapastos@palmeirapastos.com.br
msmidia.com